Por uma gota de dor, torrentes de graças

Luisa Gurgel

2º ano de Ciências Religiosas

Todo homem nasce com uma vocação específica. Entretanto, algo em comum é dado a todos: o chamado à santidade. E o que significa alcançar a santidade? Significa receber, como prêmio, a vida eterna no Céu, depois de uma vida santa de lutas bem travadas, com o auxílio divino.

Realmente, uma eternidade feliz é a melhor recompensa que qualquer um poderia receber. Porém, para alcançá-la, é necessário sofrer: “Militia est vita hominis super terram”. Por mais que se fuja da Cruz, ela é inerente à vida humana e é a única condição que Deus nos pede em troca do Céu. O que são dez, vinte, trinta, cem anos de sofrimento? Deus nos quer dar a alegria eterna, se aceitarmos o pouco de dor que Ele nos pede.

Saibamos, então, dar a gota que fomos chamados a dar e esperemos confiantes as torrentes de graças que a Providência deseja nos conceder, lembrando-nos das palavras de Plinio Corrêa de Oliveira: “A autêntica satisfação da vida é aquela sensação de limpeza de alma que se possui quando fitamos de frente a nossa cruz e dizemos SIM a ela”. 1

1 CORREA DE OLIVEIRA, Plinio. A exaltação da Santa Cruz em nós e fora de nós. Dr Plinio, São Paulo, ano 3, n. 30, set. 2000, p. 16.

Uma ideia sobre “Por uma gota de dor, torrentes de graças

  1. Por uma Gota de àgua,
    Por uma Gota de Lágrima,
    Por uma Gota de Suor,
    Por uma Gota de dor,
    Por uma Gota de Sangue,
    Por Amor!!!a Deus,
    Por Confiança do Amor e Amparo Maternal de
    Nossa Senhora,
    tudo!!!AQUI nessa Vida,
    Vale a pena ser….
    Vivida,
    Sofrida,
    Amada e
    Desejosa de amar únicamente e somente….
    A VONTADE DIVINA!
    Amar a Vontade de Deus,
    e depois fazer a Vontade de DEUS!
    Amar Confiando,
    Amar Aguardando,
    Amar ….Rezando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *